quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Um dia prá vadiar

Gente como é bom!!!
Tirei o dia de hoje pra fazer nada. Ou quase.
Acordei antes do galo cantar pois meu par ia viajar e eu, solidariamente, acordei às 5 de la matina com ele.
Benzinho dentro do táxi, até tentei dormir de novo mas...não teve como. Jeito então foi finalizar o café da manhã e desfrutá-lo com a filha caçula preferida.
Loucinha na máquina, casa arrumada no dia anterior, aceitei o convite de uma amiga querida pra sair e ajudá-la nas comprinhas finais para casa nova.
As comprinhas foram só uma desculpa para passarmos um agradável dia juntas, com direito a um delicioso almoço, seguido de cafezinho com casquinha de laranja e tudo (como eu gostaria de saber fazer essas casquinhas!!!).
Visitas à toa à lojas ma-ra-vi-lho-sas. Numa delas a amiga comprou o presente da filha do meio preferida que casou.
E dá-lhe pernas! E dá-lhe compras! E dá-lhe boa companhia!
Agora eu aqui, sem nadica de nada pra fazer. Êta coisa boa!

4 comentários:

minhas paredes têm ouvidos disse...

Ai que delícia! Também adoro esses dias! E adoro seus textos.

minhas paredes têm ouvidos disse...

Hehe. Não se iluda, você é uma das nossas, isso quer dizer que está do lado dos anormais. rsrsrsrs

CRAZYGG disse...

Bem, tenho aqui uns 12 kilos de roupra pra lavar....
a louça de ontem....
e 1 cahorro pra dar banho.
--????????????--

Thiago disse...

eu ando precisando de dias assim!