segunda-feira, 9 de novembro de 2009

54


Fiz 54 anos. Algumas pessoas me dizem que é "vacilo" dizer a idade.
Vacilo é alguém achar que não dizer, a torna mais jovem.
Tenho rugas sim, cabelos brancos aos montes, dez quilos acima do peso ideal.
Mas tenho também vitalidade, alegria de viver e a energia dos 40.
Desbroto maracujazeiros, ensaco, vou pra feirinha vender.
Semana passada as filhas queridas e seus "apêndices", irmã e sobrinha idem, vieram comemorar comigo. Fiz um delicioso almoço (ah! essa minha modéstia!) e uma sobremesa de maracujá que aprendi faz pouco. Ganhei de presente a alegria da casa cheia, muita conversa, muita risada.
Minha identidade diz que tenho 54, mas teimo em dizer que não. Tô nem aí.


CARPE DIEM

8 comentários:

Jéssica Amorim disse...

Que lindaaaaaa. Bom comemorar assim, cheia de vida, com pessoas queridas em volta.

Feliz 54!!!

Taffarel Brant . disse...

Que post lindo.
Realmente, vacilo é alguém achar que não dizer a idade torna a pessoa mais jovem.

Vi seu link nos favoritos do Guaraná.
Então dei um pulinho aqui, haha.

Abraços.

Geraldo Brito / Dado disse...

Parabéns pelos 54 e pela segurança.

Rosana Tibúrcio disse...

Eita que já já (segunda agora) eu tô com a mesma idade e, tomara Deus, a mesma vitalidade.
Parabéns. beijosss

umdia disse...

Jéss! Saudadona de vc .
Taffa, sê bem-vindo (tem hífen?)
Geraldo, um prazer tê-lo por aqui.
ROSANITA!!! OOOOOOOOOOOOI.

LauraReis disse...

gracinhaa!

Rafael Freitas disse...

54 não é uma idade linda?

E eu quero a sobremesa de maracujá!
Pelo menos a receita, vai?!
rs

minhas paredes têm ouvidos disse...

Fez 54 anos e está mais linda do que nunca!!! Parabéns!
Saudades...